segunda-feira, 14 de maio de 2012

estudos biblicos




SALVAÇÃO

QUEM ENTRARA NO REINO DOS CÉUS?


Assunto: Como saber se estou pronto para entrar no reino dos céus.
Mas nem todos têm obedecido ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação? (Romanos. 10:16).
E bem-aventurado é aquele que não se escandalizar em mim.( Mateus. 11: 6; – Lucas. 7:23)
O verbo buscar, está continuamente ocupado na busca de algo, ou fazendo vigoroso e diligente para obter algo. Igualmente, o Reino dos Céus é semelhante ao homem, negociante, que busca boas pérolas. (Mateus. 13:45)
Jesus faz muitas comparações sobre o Seu Reino. Muitos querem entrar sem fazer nenhum esforço, sem aprender ou perseverar, obedecer as Escrituras Sagradas.
Muitos querem entrar no Reino sem fazer nada, e, dizendo: a Salvação é de graça. Não é bem assim!!! Pela graça e a misericórdia de Deus somos salvos através do sacrifício de Jesus na cruz que pagou o preço que nós merecíamos. Estávamos condenados, presos nas mãos do diabo por causa do pecado da desobediência de nossos pais. Jesus pagou esta dívida que tínhamos com Deus. Agora temos que obedecer a Jesus Cristo e nos firmar em sua Palavra, em aprender e praticar. Muitos aceitaram Jesus Cristo como Senhor de suas vidas, mas na prática vivem servindo o senhor do mundo.
De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. Tiago. 3:10. Quando ouvimos a “Palavra”,  somos libertos desta maldição do pecado que nos leva à morte da alma. Temos que mantermos firmes nos ensinamentos do Mestre Jesus para não sermos reprovados. Para que nosso nome não seja riscado do Livro da Vida.
Lucas. 6:46 - E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?
Mateus. 7:21 – Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Temos que buscar primeiramente o Reino dos Céus. E para isso, temos que ter o penhor que é o Consolador, o Espírito Santo, para nos ensinarmos, e nos dar poder de permanecermos na “Palavra Verdadeira”, isto é o penhor, garantia da entrada no Reino. Ser lavado, purificado, redimido no Sangue do Cordeiro de Deus. Sem este Espirito, não podemos entrar no Reino de Deus. Devemos buscar continuamente, estarmos sempre cheios deste Óleo de Alegria. O caráter de Cristo tem que estar dentro de nós, temos que buscar continuamente até que possamos ser aprovados como cristãos. Não pense que será fácil, seremos injuriados, perseguidos, até levados perante tribunais, e muitos serão mortos por causa do Evangelho de Jesus. (Mateus. 10:17; – Marcos.13: 9). O Espirito Santo nos dará poder de ousadia, para falar de Jesus sabendo de antemão o que havemos de passar por defender a Verdade. Prisão, açoites, e muitas vezes a morte por causa da  ”Justiça”. (Atos. 4:13; – Hebreus. 10.19- 11:36)
Temos que ter ousadia em dizer:” Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte”…(Lucas. 22: 33). É dura esta mensagem, mas temos que ouvir a verdade.
O Espírito Santo nos leva a esta coragem de enfrentar o último inimigo, “a morte”. Só assim estaremos com o nosso “Rei dos reis e Senhor dos senhores”.

Deus abençoe a todos.                                                                                                                                   
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


POR QUE OS DONS ESPIRITUAIS SÃO IMPORTANTES?

Assunto: O Espírito Santo é quem prepara a Igreja de Cristo, doando dons a cada um de nós.

Efésios. 4: 11, 16 – E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, tendo o aperfeiçoamento dos santos para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo,
Os dons foi concedido a cada um de nós segundo a proporção de Cristo… E ele mesmo concedeu, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho de seu serviço.

Dom: Dádiva, é doação, presente de Deus para ser útil na obra da Sua Igreja. Não foram dados para fins lucrativos e sim para edificar a Igreja.

1Coríntios. 12:7 a 11 - Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.  Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas. Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.

Cada membro que pertence ao corpo de Cristo na terra. E que dirijam seus ministérios, sejam ordeiros edificadores, cada um fazendo a sua parte, isto é, confortando e edificando.
A Igreja – corpo de Cristo – cresce na maturidade em fé e amor, segundo a cooperação de cada membro. Deus concedeu dons aos homens referindo-se a Cristo assunto ao céu dando à sua igreja. As pessoas chamadas e preparadas para o Seu  ministério, Cristo concede a cada cristão dom .
Os dons são manifestações da Sua graça, do Seu amor, ativo e criativo de Deus, e no poder  do Espírito Santo aos homens.
Sabemos que os dons corretamente são usados para edificar o corpo das igrejas de Cristo. Mas o conhecimento da “Palavra de Deus” é importante para a capacitação e  para mostrar Cristo, e participar dele de um modo edificante e não para seu próprio benefício.

Romanos.12.6,8 – De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé; Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino; Ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria. O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal.

Nenhum dom é mais importante que o outro. A atividade  de  todos são iguais. A responsabilidade são de  todos, são capacitados para o serviço do Reino de  Deus o corpo de Cristo na terra.
Você faz parte do corpo de Cristo? Então seja unido entre os irmãos! Não queira estar no lugar do outro, nem ser melhor que o outro, seja você mesmo com a sua capacidade e procure buscar em Deus os melhores dons para edificar a Casa do Pai.
 Deus abençoe a todos.                                                                                                                                



ESTUDOS BÍBLICOS

TRIGO E O JOIO

Assunto: Aquele que serve a Deus e aquele que não serve.
Mateus. 13: 24 a 30 -  Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo; Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio. E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio? E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?
Ele, porém, lhes disse: Não, para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele.
Deixai crescer ambos juntos até à ceifa, e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.
JOIO - Lolium temulentum, tipicamente conhecida como joio (ou cizânia) da família da Poaceae e ao gênero Lolium. De talo rígido, pode crescer até 1 metro de altura.
Cresce nas mesmas zonas produtoras de trigo e se considera uma erva daninhadesse cultivo. A semelhança entre essas duas plantas é tão grande, que em algumas regiões costuma-se denominar o joio como “falso trigo”.
Mas, por que se deverá arrancar o joio antes do trigo?
O joio pode ser venenoso, e uma pequena quantidade de joio colhida e processada junto ao trigo, pode comprometer a qualidade do produto obtido. Portanto, vem daí a famosa expressão “é preciso separar o joio do trigo”, uma Palavra  do Senhor Jesus.
A separação se dará na colheita do fruto do trigo, porque o trigo permanecerá belo e bonito com seus cachos amarelados erguidos para cima. O joio, estará visível manifesto e se poderá arrancá-lo  porque estará sem fruto, feio, e, enrugado, envergado para baixo, antes mesmo da colheita.
Quando vêm os frutos, se dá às diferenças. Então pode se ver a diferença entre um e o outro.
Nesta parábola, Jesus diz sobre as pessoas boas e as más, a mistura dos crentes entre os descrentes, mas ao final do tempo, tudo será manifesto.
A quantidade de joio é proporcional à quantidade de trigoEnquanto alguns se dão ao trabalho de semear o trigo, outros sedão ao trabalho de semear o joio Tudo isto quer dizer sem rodeio algum que entre os chamados cristãos trigos estão os que são joios Só Deus conhece o verdadeiro trigo e o verdadeirojoio

Deus abençoe a todos.                                                                                                                               



ESTUDOS BÍBLICOS

JESUS ENSINA SEUS DISCÍPULOS COMO SEMEAR A PALAVRA.

Assunto: O SEMEADOR JUNTO AO MAR
 Marcos. 4:1,2,3.
4:1 – Outra vez Jesus começou a ensinar junto ao mar, e ajuntou-se grande multidão, de sorte que  entrou e assentou-se num barco, afastando-se da praia. E toda a multidão estava em terra à beira-mar, na praia.
Sempre junto as águas havia um barquinho, para que o “Mestre” fizesse de altar. Sempre procura um “barco” disposto para entrar, servir e alimentar a todos.
4:2 – E ensinava-lhes muitas coisas por parábolas, e lhes dizia na sua doutrina:
Havia uma grande multidão em terra à beira do mar… Pronta para ser alimentada da comida espiritual e para ouvir Sua pregação.
Jesus não perdia a oportunidade em nem um momento para semear a “Palavra”.
Semeia a Palavra, não fique desperdiçando tempo, e  nem censurando qualquer uma das denominações no mundo. Semeia a Palavra, e não suas próprias ideias e opiniões. Não  mostre a si mesmo, mas proclama a “Palavra do Pai” a todos.
Mesmo assim o Todo Poderoso Deus, não conseguia colher frutos 100%, em todos que ouviam a sua Palavra.
Junto as águas: havia toda qualidade de terra…
 Isaías. 32:20 – Bem-aventurados vós os que semeais junto a todas as águas; e deixais livres os pés do boi e do jumento.
Marcos. 16:15,16 – E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.
Todos tem livre arbítrio para crerem  ou não no pregador.  O pregador semeia a Palavra sem observar o vento, nem as nuvens.
Eclesiastes – 11:4 a 6 – Quem observa o vento, nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará. Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas. Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas serão igualmente boas.
 (ISAÍAS. 13; Jeremias. 20:9)
Salmos. 126:6 -  Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos.
Os fieis também muitas vezes,  não entendem tudo, mas guardam a “Palavra” no coração e no tempo de Deus será revelada no entendimento. A Palavra de Deus enriquece a alma, mas tendo o temor em estudar e guardar no coração. Mas também, os que creem no Criador e são sinceros em dizer: “não compreendo a Palavra”,  o Espírito Santo estará pronto para ensinar no seu tempo. Espere no Senhor, Ele é nossa esperança e estará bem presente neste momento da  revelação de Sua “Palavra”, o seu coração se alegrará, bendirá e glorificará ao Senhor.
Deus abençoe a todos.                                                                                                                                




AUTO AJUDA

O ESPÍRITO DA VERDADE

Quem é o Espírito da verdade?
E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
JOÃO- 15:26. Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim.
A“Palavra” da verdade: O ensinamentos da verdade, as instruções da verdade.
João – 18:37. Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz. (Todos que são de Deus aceita minhas instruções, meus ensinamentos, acredita nas minhas “Palavras” porque ela é a verdade)
Jesus é o mensageiro da “Palavra Verdadeira” , o próprio “Verbo” encarnado. Cheio da “Unção” do Espírito Santo do próprio Deus.Veio para servir de um único sacrifício pelo pecador. 
Além de trazer a revelação da verdade aos filhos dos homens, revelou sobre o grande inimigo que nos trás preso. Ele é o nosso resgate pronto para nos arrancar da mão de satanás, se tão somente pela fé crer na sua “Palavra”.
Guia o crente em toda a verdade
João- 16:13. Mas, quando vier aquele, o Espírito da Verdade, Ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.(Jesus está prometendo um novo Espírito Santo que há de morar em nós).
O Espírito não será conselheiro daqueles que são indiferente à fé ou a seu compromisso com a “Verdade”. Ele vive somente nos que adoram ao Senhor “em espírito e em verdade”.(João- 4:24).
Aqueles que querem fazer a mesma obra de Cristo, terão a mesma “Unção “ do Mestre.
1João - 2:24. Portanto, o que desde o princípio ouvistes permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis no Filho e no Pai.
1João -2: 27.  E a unção que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis. (2: 28). E agora, filhinhos, permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança, e não sejamos confundidos por ele na sua vinda.
A nossa vida espiritual no mundo não teve de ser somente concentrada em aumentar números de membros na igreja, mas, sim em observar os mandamentos de Cristo seguir as suas instruções, porque Ele é nosso Mestre, temos que fazer a mesma obra.
Nada de nós mesmos: pela fé no Espírito que nos deixou para nos guiar, aconselhar, ensinar a andar em sua “Palavra” orientados a viver na sua Vida.
João- 8:31. Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos.
O cristão Verdadeiro forma dentro de si um genuíno caráter de Deus, com o coração pronto a sacrificar pelo seu próximo. Amando e perdoando de todo o coração, aqueles que muitas das vezes nos afrontam, nos aborrecem, nos odeiam e que desejam nossa morte.
Aquele que não dar o seu amor ao próximo e não perdoa aqueles que o ofenderam, não poderá ser um cristão verdadeiro e será excluído do Reino de Deus.
Que Deus abençoe a todos!!                                                                                                                                                                        



APRENDENDO COM PAULO E SILAS A VENCER DESAFIOS 




APRENDENDO COM PAULO E SILAS
A VENCER DESAFIOS 
Atos 16:22-36

Introdução: 
Paulo e Silas haviam sido agredidos e presos por pregarem o evangelho, mas por causa de suas atitudes, o Senhor fez milagres e os tirou daquela situação de maneira maravilhosa... Muitas vezes, estamos em situações difíceis, presos, encurralados pelos problemas. Parece que tudo está dando errado... Vamos aprender com estes dois homens o caminho de ver as portas novamente abertas em nossa vida.

1. MESMO PASSANDO POR TRIBULAÇÃO, PAULO E SILAS NÃO DEIXARAM DE ORAR E CANTAR LOUVORES AO SENHOR (At 16:25) 
- A Bíblia diz que todos os presos escutavam as orações e os louvores destes homens. Agora, o que será que as pessoas que estão próximas de nós (familiares, companheiros de trabalho, discípulos, etc...) estão ouvindo? Oração ou queixa? Louvores ou murmuração? A benção do Senhor é para aqueles que têm uma linguagem santificada!

2. ELES DERAM MAIS VALOR À VIDA HUMANA DO QUE AO SEU BEM ESTAR (At 16:26-28) 
- Quando houve o terremoto e as portas se abriram, Paulo e Silas poderiam fugir. Se eles fizessem isto, porém, o carcereiro iria se suicidar, com medo de ser responsabilizado pela fuga. Por isto, eles preferiram abrir mão da liberdade, para salvar a vida daquele homem. A grande lição é que Deus sempre abençoa aqueles que se sacrificam e abrem mão do seu conforto, para salvar pessoas.

3. ELES USARAM A TRIBULAÇÃO PARA PREGAR A PALAVRA E SALVAR VIDAS (At 16:29-33) 
- Muitas pessoas, quando estão passando por lutas, deixam de testemunhar. Pois Paulo e Silas fizeram o contrário. Eles usaram a situação difícil para ganhar e consolidar toda uma família.

4. ELES SOUBERAM ESPERAR O TEMPO DE DEUS PARA GOZAR A BENÇÃO (At 16:34-36) 
- Se tivessem fugido na hora do terremoto, deixariam de salvar o carcereiro e sua família e continuariam procurados pela justiça. Muitos crentes agem assim, tentam conquistar seus alvos de maneira ilícita. Paulo e Silas, porém, aguardaram em Deus e logo no dia seguinte, o Senhor os abençoou com a liberdade... Você já aprendeu a esperar o tempo e a maneira de Deus para ser abençoado???

Gancho evangelístico: 
Se houver visitante descrente, faça o seguinte apelo: Sugestão: A maior cadeia é a cadeia espiritual, que nos impede de viver a vida de Deus. A única maneira de ver as portas desta prisão abertas é assumir uma aliança com Jesus. Você quer fazer isto agora??? - Faça a oração de entrega e consolide os que se manifestarem.





PERDÃO UMA BENÇÃO QUE NOS APROXIMA DE DEUS


MT.18.15-35
I – O QUE É PERDOAR. 1.   Perdoar é deixar o outro nascer de novo na nossa história, sem as memórias que fizeram dele uma desagradável lembrança;2.   É falar de Deus;3.   É falar de alma viva em Deus com todas as suas faculdades;4.   É falar de Cristo Escrito em nós;5.   É colocar as tensões no seu devido tamanho;6.   É oferecer uma memória apagada, isso não quer dizer que esquecemos ofensa, mas sim que todas as vezes que lembramos da ofensa isso não gera em nós sentimentos negativos em relação ao nosso ofensor.7.   É uma decisão da alma com todas as suas faculdades e não simplesmente emotiva, Cl.3.13.8.   Perdoar é reconhecer que só Deus está em condições de julgar alguém, Rm.12.19    II – PORQUE EU DEVO PERDOAR.1.   É uma ordem Divina e não uma opção humana, Lc.17.4; Ef.4.32;2.   Fomos perdoados por Deus e temos que imitá-lo na prática do perdão que é uma das virtudes Cristã, Mc.11.25;3.   Porque nossa comunhão com Deus depende disso, MT.5.23-26;   Louco não dá o sentido de uma pessoa com debilidade mental, mas sim o irreverente em relação as Leis moras e espirituais de Deus, Pv17.24; 1.29.III – QUANTAS VEZES. Cristo nos mostra o processo de tratamento e perdão que temos que dispensar, MT.18.15-17.IV – PADRÃO  DIVINO DO PERDÃO1.   Parábola do Credor, um antagonismo entre Deus e o homem?   O homem devia mais do que valia, v.25;?   Postura do credor, perdoa-lhe a divida, v.26-27;?   Postura do devedor, egoísmo (sem alma, porque lhe faltou sentimento de compaixão para com o seu próximo), cobrou a divida sem perdão, o interessante é que a divida era menor do que a dele, v.28-30;?   Postura do credor, o encerrou na cadeia até que pagasse toda divida, um divida impagável (valor da divida $ 9.600,000, 00 a divida do companheiro era de $ 16), v.31-34;?   O credor esperava a mesma atitude do devedor;?   Esse é o padrão se perdoarmos seremos perdoados se não perdoarmos não seremos, e isso tem implicações eternas, v.35.
Perdoar é apenas aquilo que naturalmente decorre de quem tem consciência do tamanho do perdão que recebeu e recebe todos os dias .Quer ser feliz por um momento vingue-se, quer ser feliz por toda a eternidade perdoe.Na dimensão horizontal, ato de afastar ressentimento e desejo de vingança em relação a um ofensor (Mt 18.21-35) 
2.   SETE REALIDADES QUE TEMOS QUE TER EM NOSSA MENTE PARA LIBERAR PERDÃO.?   Todos nós somos devedores, v.35;?   Todos nós usufruímos da graça do perdão, portanto devemos fazer o mesmo com o nosso próximo e com aqueles não tão próximo assim, v.26-27;?   Nossa divida em relação a Deus é sempre infinitamente maior do que a que nosso irmão nos deve, v.24, 28;?   Não perdoar é não tratar como Deus nos tratou, v.28,30;Quando não agimos assim o lançamos no inferno temporal, agindo assim prendemos nossos irmãos no cárcere emocional, espiritual e moral;   ?   O perdão que recebemos de Deus nos impulsiona a perdoarmos quantas vezes for necessário, v.32,25;?   Não perdoar é colocar-se debaixo da Ira Divina, 34-35;?   Quem não perdoa sofre todas as conseqüências de forma temporal e eterna, v.35, isso é um problema para alma porque torna o individuo um sem alma, onde todas as faculdades que compõem essa entidade são afetadas de forma devastadora.    
V – O CAMINHO PARA O PERDÃO1. Ser cuidadoso, ou seja, temos que julgar ou avaliar o nosso irmão segundo a justiça bíblica, não podemos tirar conclusões sem que antes tenham um encontro de almas é desse encontro que eu vou avaliar e liberar perdão para o outro, Lc.17.3, 1°Co.4.5;2. Deve haver encontro de almas, onde as verdades serão postas e tiradas todas as possíveis diferenças para que aconteça o perdão, Lc.17.3, como deve ser esse encontro, Rm.12.19-21;IITm.2.25;Cl.1.28;?   Perdoar não é se calar, pois quem fica no silêncio se enclausura dentro de si alimentando todo tipo de sentimentos ruins em relação ao próximo;?   Perdoar não é dar tempo ao tempo para que trate nossas feridas, isto vai fazer essa chaga que está aberta fica maior do que está;?   Perdoar não é negar a ofensa é senti-la, mas não deixar ela dominar a sua alma.3.   Deve haver mudança (arrependimento), Lc.17.3, essa mudança deve ser recíproca para que aja o perdão e para que se cumpra MT.18.19, onde a concordância é a Tonica, essa palavra usada em MT concordância no original significa produzir sons juntos como numa orquestra em que todos devem estar afinados para executar com harmonia a peça musical, para que toquemos juntos deve haver perdão;  4.   Deve haver perdão, Lc.17.3-4, perdão significa: -varrer,apagar a lembrança,retirar a ofensa, desconsiderar a ofensa. Falar de perdão é falar de Deus, e para falar de Deus é preciso vivenciar Deus cada Dia da História das nossas vidas, só assim entenderemos a dimensão do perdão que nos foi dado por Ele, e a partir daí saberemos o que é liberar perdão para o outro (Hb.1017).5.   Falar de perdão é pedir ajuda Lc.17.5-6, pois só Cristo pode nos ajudar a perdoar os nossos ofensores.


VI – O QUE A FALTA DE PERDÃO GERA EM NÓS, CL.3.11-13, HB.12.15.1.   Torna-nos pessoas amargas e vingativas;2.   Desenvolvemos doenças Físicas, ulceras pressão alta, etc...;3.   Desenvolvemos doenças Emocionais, e a mais devastadora de todas é a depressão, isso acontece porque focamos a nossa energia psicológica em alimentar o nosso sentimentos negativos em relação a outra pessoa, não sobrando energia para resolvermos essas mágoas, o que nos sobra é o buraco que é o sentido da palavra depressão;4.   Entramos em crise espiritual, pois nosso relacionamento com Deus fica prejudicado, pois estamos em desobediência frontal a Palavra de Deus e nesta situação não existe comunhão com o nosso Criador e Senhor, Ef.4.31; MT.18.22,35.VII – O QUE O PERDÃO GERA EM NÓS QUANDO O LIBERAMOS, SL.32.1.   Cura Espiritual;2.   Libertação da alma das cadeias de sentimentos negativos;3.   Saúde Física, pois seu corpo deixará de liberar toxinas que geram doenças em seu corpo;4.   Saúde Espiritual, pois sua alma com todas as suas faculdades não desperdiçarão energia com sentimentos negativos, mas se voltará para o Senhor e se alimentará de sentimentos absolutos e eternos;5.   Você terá um avivamento continuo em sua vida;6.   Por fim você verá a Deus presente em suas relações existências.